junho 18, 2008

"Ray Allen is washed up!!!"

Terminou ontem a temporada da NBA com uma vitória (na verdade, um massacre) do Boston Celtics sobre o L.A. Lakers. Para quem não acompanha, os Celtics, um dos times mais famosos da NBA, estavam sem ganhar um título desde 1986, o último campeonato da geração de Larry Bird. Como disse um colunista que eu gosto muito, o título de ontem foi um evento de gerações: aqueles com mais de 60 anos atualmente, viram a dinastia de Bill Russell, e pensavam que nunca mais veriam um campeonato em vida; aqueles com mais de 30, que viram os campeonatos de Larry Bird, se sentiam crianças de novo; e os mais jovens ganharam a sua história para contar, ao invés de apenas ouvir os relatos dos mais velhos.

Mas o que eu queria contar, mesmo, foi como este título começou. Os Celtics tiveram, na temporada passada, um dos piores desempenhos da liga, e contavam com o recrutamento universitário para pegar um dos dois melhores universitários do ano (na época, Greg Oden e Kevin Durant). Ao serem sorteados com a quinta opção, as chances de reconstruir o time a partir do recrutamento caíram para zero, já que a classe de 2007 não tinha muitos destaques individuais fora da dupla Oden-Durant. Mais do que isto, todos os analistas apontavam que os Celtics recrutariam um chinês desconhecido (Yi Jianlian, atualmente no Bucks, o nome pronuncia-se "Ih", mesmo) para obter um jogador de valor em uma possível negociação com outros times. Na verdade, para os americanos, Yi seria um "bust", uma enganação, e o time que o recrutasse estaria condenado a mais alguns anos de sofrimento.

Noite anterior ao recrutamento, 27 de julho de 2007, estávamos Chris e eu em NY. Andando perto de Times Square, encontramos Greg Oden caminhando em direção ao hotel onde estava hospedado. Lembrando do recrutamento, combinamos de assistir ao evento no bar da ESPN na Times Square (com certeza, naquela hora seria impossível conseguir ingressos para assistir tudo no Madison Square Garden). Bem postados no bar, com telões gigantescos transmitindo tudo ao vivo, as torcidas dos mais diferentes times se manifestavam, esperando pela escolha de seus dirigentes. Óbvio, a grande dúvida era quem seria o número 1, selecionado por Portland, e, por consequência, o número 2, selecionado por Seattle. Entretanto, cada torcedor tinha sua preferência a respeito do universitário que o seu time deveria escolher.

Ainda sobre as torcidas, a grande maioria era, óbvio, fã do NY Knicks, muitos eram simpáticos do New Jersey Nets, alguns se manifestavam por Chicago (Go Bulls!!!!), e uma turma barulhenta, que se colocou imediatamente ao nosso lado, urrava, gritava, esperneava pelos Celtics. Eles já tinham o seu nome de preferência (Corey Brewer, atualmente em Minnesota), e rezavam para que os dirigentes do Celtics não fizessem nenhuma burrada naquela noite. Toda a vez que o nome dos Celtics era citado na tv, a turma se levantava aos gritos. A resposta, em função da rivalidade Boston-NY era imediata: "Yi", em alusão ao chinês enganador. De fato, este era o desespero: e se os Celtics recrutassem Yi Jianlian? Isto seria o fim!

Começa o draft, saem as primeiras seleções, e a escolha dos Celtics se aproxima. Quando é anunciado que é a vez de Boston fazer a sua escolha, um grito de "Yi" explode no bar. A turma na minha frente estava desesperada. E se eles escolhessem o chinês?! Mais alguns anos sem sonhar com títulos. Silêncio no bar, chega o envelope com a escolha dos Celtics. "With the fifth pick in the 2007 NBA Draft, the Boston Celtics select... Jeff Green, from Georgetown University". Silêncio entre os torcedores do Knicks, estupefação entre os fãs dos Celtics: Jeff Green?!?!?!? A seguir a explicação: Jeff Green foi escolhido a pedido de Seattle, que estava negociando Ray Allen para os Celtics em troca desta escolha.

Subitamente, o que era surpresa, passou para desespero. Um dos garotos da turma gritava "Jeff Green, o que nós vamos fazer com Jeff Green?!?!?!", sem querer ouvir que ele estava envolvido em uma negociação. Quando, finalmente, ele entendeu o que acontecia, o desespero aumentou: "Ray Allen is washed up!!!" (um jogador "washed up" está velho, já passou do seu máximo, não tem mais nada para dar). "Jogamos fora uma escolha do draft para pegar um jogador acabado!" Mais um ano sem sonhar com playoffs, era a opinião geral. Em desespero, a turma se larga para a bebida: pouco antes de sermos chamados para o lado do restaurante, um dos garotos passa mal, e vomita tudo o que bebeu na beira do balcão. A segurança do lugar chega junto e coloca o povo dos Celtics para fora.

Bom, o "washed up" Allen, junto com Paul Pierce (que já estava nos Celtics) e Kevin Garnett, contratado alguns dias depois, formaram o trio base que levou Boston para o título deste ano. Três jogadores já se aproximando do ocaso de suas carreiras se reuniram em Boston para tentar um título juntos, jogando um basquete coletivo, bem focado na defesa ("Ataques ganham jogos; defesas ganham campeonatos", reza a lenda) e razoavelmente organizado no ataque.

Que Chicago escolha bem o seu "Jeff Green" neste ano.

Abraços!

2 comentários:

Chris disse...

será que aqueles três vão levar muito tempo para sair do como alcólico em que eles, com certeza, entraram ontem?

Chris disse...

Ooops! Eles que beberam e eu que fiquei tonta! Eu quis dizer comA alcoólico!!!!! :)