julho 08, 2010

Conduta Pessoal no Futebol

Algo a se pensar, depois de casos como Adriano, Vagner Love e, mais recentemente, Bruno. Na Liga de Futebol Americano Profissional (NFL), o assunto é sério.

Abraços!

3 comentários:

Cláudio disse...

apesar de serem casos com um ponto em comum que é a origem pobre, o caso Bruno difere num ponto dos demais: ele parece ser um psicopata (ou sociopata), desconectado da realidade. Enquanto sua própria vida desmoronava diante de seus olhos, ele fazia comentários a respeito de suas chances de jogar a Copa de 2014.

Angelo M. Fasolo disse...

Foi um dos pontos mais chocantes, de fato: o cara tem que se dar por feliz se, daqui a 4 anos, ele não estiver na cadeia, quanto mais ser convocado para jogar na Copa do Mundo...

Anônimo disse...

We want Vick!
We want Vick!