outubro 17, 2007

CPMF: Contra Tudo

Ok, ok, ok. Argumento errado. Totalmente errado. Furei feio. Se você esteve aqui no site entre as 10 da noite e as 0:45hs, no horário brasileiro, você pôde constatar que tinha um texto aqui que tratava sobre a CPMF. Usei um argumento lamentável para justificar esta aberração, que eu mesmo derrubei.

Abraços!

2 comentários:

Jordi Castan disse...

É preciso parar de mentir

Quanto o governo espera arrecadar com a CPMF de 0,38%? Algo em torno de R$ 40 bilhões, certo? Vamos fazer uma regra de três?
Se R$ 40 bilhões correspondem a 0,38%, que valor corresponderia a 100%?

E você chegará à conclusão, leitor amigo, que os R$ 40 bilhões correspondem à aplicação da alíquota de 0,38% sobre, atenção!: R$ 10.526.315.789.473,68. Se você tiver dificuldade de ler, eu ajudo: dez trilhões, quinhentos e vinte e seis bilhões, trezentos e quinze milhões, setecentos e oitenta e nove mil, quatrocentos e setenta e três reais e sessenta e oito centavos .

É isso aí. A CPMF incide no correspondente a QUASE CINCO PIBs BRASILEIROS em um único ano. Eis aí! Trata-se da prova material, escancarada, evidente, de que o imposto tributa muitas vezes um mesmo dinheiro e de que TODOS PAGAM . E muitas vezes.

Angelo M. Fasolo disse...

Belo trecho de comentário do Reinaldo Azevedo, Jordi, ainda que o cálculo seja uma aproximação bem grosseira.

O comentário inteiro está aqui:
http://veja.abril.com.br/blogs/reinaldo/2007/10/as-inverdades-de-dilma-e-como-cpmf.html

Abraços, e obrigado pela visita!